Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Betim - MG e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura Municipal de Betim - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Linkedin
Rede Social Youtube
Rede Social Twitter
Rede Social WhatsApp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
10
10 MAR 2022
Marco de urbanização de Betim, Igreja de São Sebastião é reaberta neste domingo (13)
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Considerada por muitos historiadores o marco inicial da urbanização de toda a região do bairro Novo Amazonas, em Betim, a Igreja de São Sebastião será reaberta pela prefeitura neste domingo (13), às 10h. O local passou por reformas importantes de restauração e preservação. Na ocasião, será celebrada uma missa especial.

Dentre as intervenções realizadas na igreja estão a contenção das paredes para cessar a infiltração, execução de manutenção elétrica e pintura, além de construção de calçada no entorno da edificação para impedir o acúmulo de água. Toda a fachada, portas e parte interna receberam nova pintura.

A Capela de São Sebastião do bairro Amazonas é um patrimônio histórico de Betim e, também, considerada o marco inicial da urbanização dessa região que, antigamente, fazia parte da Fazenda Batatal. Sua construção, realizada na década de 1940, é classificada como arquitetura vernacular, ou seja, construída com materiais naturais da região. O edifício ainda conta com traços de inspiração barroca e eclética/neogótica. Relatos apontam que o local foi erguido nos anos 1940, por iniciativa da própria população. A versão mais citada pelas fontes é que a construção da igrejinha teria sido feita como pagamento de uma promessa feita pelo então dono do terreno para que seu filho voltasse da Segunda Guerra Mundial.

O secretário municipal de Arte e Cultura, Gê Rodrigues, ressalta que a atual gestão reconhece e valoriza toda a importância histórica que a capela tem para a comunidade. “Por isso, a Secretaria Municipal de Arte e Cultura se empenhou para garantir a preservação desse bem e foi em busca de parcerias com outras pastas para viabilizar a reforma, como a Ecos, que realizou todo o projeto e colocou a mão na massa. Contamos agora com a comunidade para que contribua com a preservação da igreja”.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.3 - 06/06/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia