Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Betim - MG e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Betim - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Linkedin
Rede Social Youtube
Rede Social WhatsApp
Rede Social Twitter
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
13
13 MAI 2024
ASSISTÊNCIA SOCIAL
Maio Laranja: Betim promove ações de conscientização sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes
enviar para um amigo
receba notícias

O mês de maio abrange datas comemorativas que promovem importantes reflexões para a vida humana. Uma delas é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado no dia 18 e que motivou a criação da campanha nacional Maio Laranja. Em Betim, a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, promove, nos próximos dias 16, 17 e 18, a campanha Maio Laranja 2024, para conscientizar e sensibilizar a população sobre o tema.
 

A iniciativa tem início na quinta-feira (16), das 13h às 17h, com o seminário “Fortalecendo a Rede de Proteção para o Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes”. A capacitação será ministrada no auditório do Centro Administrativo. Interessados em participar podem se inscrever até quarta-feira (15), por meio do link: https://tinyurl.com/bdhkj2v4

O objetivo do seminário é tratar o tema como grave violação de direitos humanos, sensibilizando o público sobre a importância da rede de proteção dos direitos das crianças e dos adolescentes, além de promover o fortalecimento da rede intersetorial. O público-alvo são profissionais da Saúde; da Assistência Social; da Cultura; da Educação; do Esporte; da Segurança Pública; do Poder Judiciário; de entidades parceiras; a comunidade acadêmica; conselheiros tutelares e demais interessados no tema. 
 

O seminário contará com várias palestras. A referência técnica sobre violências da Vigilância Epidemiológica de Betim, Márcia Ribeiro Alves, apresentará o perfil epidemiológico da violência sexual contra crianças e adolescentes no município. A psicóloga Edwiges de Oliveira Neves abordará o papel da rede de proteção para a garantia dos direitos de crianças e adolescentes em situação de violência sexual. O presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Washington Rodrigues, falará sobre a importância da entidade na formulação de políticas públicas em benefício de crianças e adolescentes.
 

A programação do seminário contará, ainda, com a exposição “Violência contra Crianças e Adolescentes: não feche os olhos para isso”, com desenhos confeccionados por integrantes do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) dos 16 Centros de Referência de Assistência Social (Cras).

Na sexta (17), a Praça do Encontro recebe, às 9h, ações de conscientização com distribuição de material informativo que aborda a identificação de possíveis sinais de abusos sexual infanto-juvenil, bem como os canais de denúncia. No local, também haverá uma caminhada e um momento simbólico de abraço em torno da praça. A ação terá ainda apresentações circenses dos alunos da Organização da Sociedade Civil Circo de Todo Mundo. 

 

O sábado (18), Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, será marcado por uma blitz educativa para conscientizar a população sobre a importância do tema, com faixas e distribuição de material informativo. A ação será realizada na Praça do Ceabe, das 9h às 11h. 
 

“A campanha tem o objetivo de criar um espaço de dialógo entre os profissionais da rede intersetorial de enfretamento à violência sexual e, também, alertar a sociedade sobre essa grave violação dos direitos humanos. As ações de mobilização nas praças visam, principalmente, orientar e sensibilizar o público sobre a importância do combate, além de possibilitar a disseminação do conhecimento acerca do tema. É preciso compreender o fenômeno da violência sexual para combatê-lo”, destaca a referência técnica para o enfretamento à violência sexual contra crianças e adolescentes da Secretaria Municipal de Assistência Social, Maria José de Souza Coelho. 

Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia