Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Betim - MG e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Betim - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Linkedin
Rede Social Youtube
Rede Social WhatsApp
Rede Social Twitter
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
15
15 AGO 2023
SAÚDE
Projeto piloto leva tratamento contra o tabagismo para a iniciativa privada em Betim
enviar para um amigo
receba notícias
Em uma iniciativa inédita, a Prefeitura de Betim realiza, neste mês, o projeto piloto Grupo de Cessação do Tabaco em Empresas. O objetivo é oferecer auxílio profissional e tratamento para trabalhadores  que desejam parar de fumar. A iniciativa é da coordenação do Programa de Combate ao Tabagismo, da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Cerâmica Saffran, empresa que receberá o grupo piloto. 
Inicialmente, o grupo contemplará  12 trabalhadores, que irão receber  o tratamento contra o tabagismo apoiados por uma equipe multiprofissional da rede SUS Betim e do setor de segurança do trabalho da Saffran. As atividades serão realizadas durante quatro meses, com encontros periódicos na sede da empresa e em  horário de trabalho. 

“A ideia surgiu durante uma palestra que fizemos na própria Saffran, quando os funcionários  apontaram dificuldade para acessar as ações do Programa de Combate ao Tabagismo nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), pois o mesmo ocorre no horário em que estão trabalhando. Apresentamos então a proposta e os gestores da empresa se mostraram abertos para a criação de um grupo interno de cessação de tabagismo para seus colaboradores”, explicou a referência técnica do Programa de Combate ao Tabagismo, Camila Campos. 

Após o encerramento do grupo piloto e a avaliação dos trabalhos, o projeto poderá ser ampliado para outras empresas da cidade. A condução dos grupos ficará sob  responsabilidade das equipes das UBSs nas áreas onde estão localizadas as empresas. 

Tratamento na rede SUS Betim
Os profissionais do SUS Betim estão qualificados para acolher as pessoas que procuram atendimento com o desejo de parar de fumar e, também, para orientar pacientes tabagistas sobre os riscos de manter o hábito. O tratamento envolve a participação em reuniões dos Grupos de Cessação do Tabagismo, que promovem uma abordagem cognitiva-comportamental, consultas individuais e, se houver necessidade, medicamentos. 

Os grupos de Cessação do Tabagismo se reúnem ao longo do ano em algumas UBSs do município. O usuário que desejar participar deverá se dirigir à unidade referência para se inscrever e se informar sobre a data de início do grupo.

Os riscos do tabagismo
O tabagismo é uma doença crônica causada pela dependência à nicotina, que é encontrada em produtos à base de tabaco - cigarro, charuto, cachimbo, cigarro de palha, narguilé e dispositivos eletrônicos para fumar. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), as pessoas que fumam tabaco têm uma expectativa de vida dez anos menor. O tabagismo é responsável por cerca de 90% das mortes por câncer de pulmão, além de contribuir de forma significativa para acidentes cerebrovasculares e ataques cardíacos fulminantes.

Além de ser uma doença, o tabagismo é fator de risco para o desenvolvimento de diversos tipos de câncer, doenças cardiovasculares e respiratórias. A prática também está associada ao risco de partos prematuros e ao desenvolvimento de outras enfermidades, como tuberculose, infecções respiratórias, úlcera gastrintestinal, impotência sexual, infertilidade, osteoporose e catarata.

Os não fumantes ou fumantes passivos, expostos à fumaça, também estão sujeitos a desenvolver diversas doenças relacionadas às substâncias do cigarro. 
Quando a pessoa para de fumar antes dos 40 anos, o risco de morte reduz em até 90% em relação aos que continuam fumando. Os pulmões começam a funcionar melhor entre 12 e  24 horas após parar de fumar. Depois de dois dias, a pessoa já percebe melhora no olfato e no paladar. Em três semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora. O risco de morte por infarto é reduzido pela metade um ano após a interrupção e, entre cinco e dez anos, esse risco volta a ser igual ao de uma pessoa que nunca fumou. 
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia