Ir para o conteúdo

Prefeitura Municipal de Betim - MG e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura Municipal de Betim - MG
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Rede Social Linkedin
Rede Social Youtube
Rede Social WhatsApp
Rede Social Twitter
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
ABR
18
18 ABR 2023
SAÚDE
Prefeitura de Betim reforça rede de saúde para atendimento de crianças com doenças respiratórias
enviar para um amigo
receba notícias
Com a chegada do outono, as mudanças de temperatura e, consequentemente, maior incidência de doenças respiratórias, a Prefeitura de Betim reforça a  rede municipal de saúde para o enfrentamento do período sazonal desses quadros clínicos, sobretudo em crianças. Dados da Secretaria Municipal de Saúde apontam que, desde março, é  observado um aumento da procura por atendimento pediátrico na rede SUS Betim em razão de  sintomas respiratórios. Se comparado  com a média de atendimentos dos cinco anos anteriores, março de 2023 registrou  aumento de 27,9% de atendimento de pediatria nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Já no Hospital Público Regional de Betim (HPRB), de janeiro a março de 2023, houve, com relação ao mesmo período de 2022,  aumento de 34% nas internações de crianças por síndrome respiratória. 

“A prefeitura está, estrategicamente, organizando a rede municipal de saúde para atender o aumento da demanda dos casos respiratórios, que, neste ano, começou atipicamente mais cedo. Estamos trabalhando com o objetivo de atender as crianças com mais agilidade, evitando o agravamento dos casos e a sobrecarga do sistema”, afirma o secretário municipal de Saúde, Cláudio Arruda.

Uma sala de situação foi criada com integrantes da Secretaria de Saúde, que estão monitorando os dados epidemiológicos e a demanda por atendimentos nas unidades para definir o plano de ações. Algumas medidas já estão sendo colocadas em prática e outras poderão ser tomadas em caso de aumento da demanda por atendimento.

A partir do dia 20 de abril, por exemplo, a prefeitura dará início ao atendimento pediátrico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Alterosas. A medida é permanente e vai ampliar o serviço  de urgência do município. Além disso, o quadro de pediatras das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Teresópolis e Norte foi reforçado para atendimento da demanda de casos respiratórios, dengue e chikungunya em crianças. 

No Hospital Público Regional de Betim e no Centro Materno-infantil serão abertos, nos próximos dias, mais oitos leitos de enfermaria pediátrica, somando 50 leitos. Outros oito de terapia intensiva serão abertos no CTI pediátrico, chegando a um total de 14. 

Na Atenção Primária, os médicos que atuam nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passaram por capacitação para o atendimento das crianças com sintomas respiratórios. As equipes de enfermagem das UBSs também participarão, nos próximos dias, de formação para o melhor acolhimento dos pacientes que chegarem às unidades.
Para otimizar o atendimento das UBSs, serão reservados dois terços  das agendas dos médicos pediatras para receber  os casos agudos que procurarem as unidades por livre demanda. Se houver necessidade, poderá ser definida também a abertura de algumas UBSs para atendimentos aos sábados. 

Ainda para prevenir o desabastecimento em razão do aumento da demanda, está sendo feito um levantamento dos insumos e medicamentos necessários para o atendimento das crianças. Se necessário, será realizado  um provisionamento para a compra dos mesmos.


Cuidados simples podem ajudar na prevenção das doenças respiratórias

Segundo orienta a Secretaria Municipal de Saúde, adultos e crianças devem tomar alguns cuidados para evitar o contágio: 

- lavar as mãos com frequência;
- cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar;
- evitar tocar o rosto após encostar em alguma superfície;
- não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;
- aumentar a ingestão de água  e manter uma alimentação saudável;
- evitar locais fechados e com aglomeração de pessoas;
- manter os ambientes limpos e arejados;
- usar máscara de proteção se apresentar algum sintoma respiratório;
- procurar atendimento na Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência em caso de febre, tosse e/ou dor de garganta.
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia