YouTube Facebook Twitter
Webmail PMB
Contracheque
Cadastro Habitação
Licitações
2° Via IPTU
Giss Online
ISSQN
ISSQN Autônomo
Certidões de Débito
Portal do Contribuinte
Ouvidoria
Mapa Online
Consulta Protocolo
Cadastro de Estagiário
Prefeitura de Betim . Secretarias . Saúde . Vigilância em Saúde . Vigilância à Saúde
Vigilância em Saúde | Vigilância à Saúde | Banco de Leite | Sistema Nacional de Notificação de Agravos (Sinan) |
Vigilância Sanitária

Fiscaliza estabelecimentos de Saúde e outros de uso coletivo, imunobiológicos e de medicamentos, vigilância nutricional e de alimentos e Banco de Leite Humano. A Vigilância Sanitária vem prevenir os possíveis agravos à saúde da população provenientes do consumo de bens e mercadorias, da prestação de serviços de saúde e de interesse da saúde, bem como de danos ambientais que por ventura possam interferir na saúde pública. É realizado um trabalho onde a avaliação, o diagnóstico e acompanhamento permitem a construção de indicadores de saúde que são usados como instrumentos para avaliar e planejar melhor as ações de saúde em todos os níveis. Um dos objetivos específicos é manter um diagnóstico atualizado da situação dos estabelecimentos de interesse da saúde da rede pública e privada do município. Para tanto, vários locais são inspecionados, priorizando os de maior risco epidemiológico e de maior complexidade, como hospitais. Mas também são vistoriados creches, escolas, barbearias, salões de beleza, clínicas médicas academias, consultórios, açougues, supermercados, restaurantes, padarias, hotéis, motéis, pensões e outros.

 

Com as inspeções prévias ou de rotina, o controle sanitário libera ou veta os alvarás necessários para obtenção de autorização de funcionamento, bem como para o registro dos produtos. O serviço conta ainda com as inspeções programadas que verificam, entre outros, os medicamentos sob interdição ou apreensão. Nas inspeções de emergência são feitos os atendimentos a denúncias, reclamações, mandados de interdição, além das solicitações da promotoria, central de denúncias da Polícia Civil e da Vigilância Estadual.

O serviço de vigilância nutricional e de alimentos tem sido primordial na orientação sobre a utilização correta dos alimentos e a prevenção de intoxicações. O controle sanitário faz também a avaliação nutricional de usuários do sistema de saúde do município.

 

Telefone para contato: (31) 3512-3299 / 3512-3298

Vigilância Epidemiológica

Vigilância Epidemiológica é o conjunto de atividades que permitem reunir a informação indispensável para conhecer, a qualquer momento, o comportamento ou história natural das doenças, bem como detectar ou prever alterações de seus fatores condicionantes, com o fim de recomendar oportunamente, sobre bases firmes, as medidas indicadas e eficientes que levem à prevenção e ao controle de determinadas doenças.

Em 2005 quando foi incorporado ao Serviço de Vigilância Epidemiológica a Atenção Preventiva Neo-Natal para a realização do "Teste do Pezinho". Em agosto de 2006, houve  a inclusão de técnicas específicas para coletas do teste do pezinho em recém-nascidos retidos, através da participação no projeto para triagem de Doença de Chagas congênita. Outras capacitações do setor têm favorecido o trabalho preventivo, como o atendimento em urgência aos portadores de doença falciforme.

Funções

  • Coleta de dados; 
  • Processamento dos dados coletados;
  • Recomendação das medidas de controle apropriadas;
  • Promoção das ações de controle indicadas;
  • Avaliação da eficácia e efetividade das medidas adotadas;
  • Divulgação das informações pertinentes.

    Telefone para contato: 31 - 3531-3822
Centro de Controle de Zoonoses e Endemias

MANTENDO OS BICHOS SOB CONTROLE

O Centro de Controle de Zoonoses e Endemias da Vigilância em Saúde de Betim realiza um trabalho específico das relações dos diversos fatores epidemiológicos. Exerce o controle e combate à Dengue e Raiva Humana, promove a identificação de animais sinantrópicos (aranhas, escorpiões, percevejos, carrapatos, baratas, etc.) e controla a Leishmaniose, Doença de Chagas e ainda faz a apreensão de animais.


Através da doação de equipamentos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), foi montado no Centro de Controle de Zoonoses um laboratório para realização de exame sorológico para Dengue no município que futuramente atenderá outras demandas de exames relacionados à epidemiologia.

 

São desenvolvidos sete programas no centro. O controle da Raiva prevê a captura de cães soltos nas ruas e a observação domiciliar de cães suspeitos de Raiva (apresentando sintomas ou agressores). O controle da Leishmaniose Visceral faz exames preventivos por intermédio das solicitações da comunidade. Já o controle da Dengue executa ações de levantamento de índice, tratamento focal, identificação de larvas e adultos de mosquitos, além dos atendimentos a denúncias.


São mantidos 12 postos de identificação da Doença de Chagas. E um outro programa atende a pedidos sobre infestação de animais sinantrópicos. Os funcionários passam orientações sobre as medidas de controle ambiental necessárias, conforme cada caso, e ainda enviam um relatório sobre a situação encontrada.

 

O Centro de Zoonoses conta ainda com o programa de controle de roedores, que atende a solicitações de desratizações em locais públicos e privados, e o programa de educação em saúde, que realiza palestras em escolas, para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS¿s) e a comunidade sobre todos os programas do setor, bem como a divulgação da Unidade de Recolhimento de Animais (URA), a tradicional carrocinha.


Endereço:

Rua Mauricio de Souza Lima, nº 70 - Bairro Açude
Telefone para contato:
31 - 3594-5424


Arquivos para Download

 



     
Resolução recomendada: 1024x768
Última Atualização: Quinta-feira, 31 de Julho de 2014 às 10:59:37


PREFEITURA DE BETIM
Rua Pará de Minas, 640 • Brasiléia • Betim-MG • CEP. 32.600-412 • Tel.: (31) 3512-3444 • 3512-3000

 
português